Distopia Previdenciária

Por Filipe Costa Leiria | Se a Lei Eloy Chaves, de 1923, inaugurava um tempo de utopia para os trabalhadores, a EC nº 103/2019 significa, sem dúvida, um tempo de distopia previdenciária… >>>

Previdência, o debate desonesto

Por Denise Lobato Gentil | Depois de décadas de intensa luta, Fagnani escreve um livro que expressa o auge de sua angústia e o fervor de sua devoção à defesa dos direitos sociais e ao combate à pobreza… >>>

Daniel, lá e aqui

Clemente Ganz Lúcio

Há muitas lutas travadas, solitárias e silenciosas, nas quais Blake e Katie recolocam a centralidade da essência humana: a relação com o outro. As necessidades, as urgências, as contradições se misturam a projetos e sonhos, todos presentes nas relações que se estabelece com os outros e através das quais nos tornamos únicos e universais, até no fim. … >>>

28/01/2016 e 29/01/2016 – I CIBERELAH – Congreso Iberoamericano de Relaciones Laborales y Recursos Humanos: os sistemas de relações laborais do século XIX até à atualidade

Desde o início da industrialização, o trabalho remunerado foi o meio de subsistência da maior parte da população. Os projetos de vida pessoal e familiar, a saúde ou as relações interpessoais apareceram subjugadas ao emprego e à sua qualidade. O estudo das relações laborais permite conhecer, portanto, questões tais como os níveis de vida, a desigualdade ou o conflito. A atual crise devolveu à Europa – sobretudo à sua região mediterrânea – o desemprego como problema central. Na América Latina, … >>>