Inflação, hipocrisia e manipulação

Por Plínio de Arruda Sampaio Jr. | O “mercado” aproveitou o fantasma da inflação para pressionar pelo aumento da taxa de juros e reforçar o coro pela continuidade do regime de austeridade fiscal… >>

0
Miséria e pobreza explodem com Bolsonaro

Por Paulo Kliass | Apesar da inegável contribuição da pandemia para explicar o atual quadro de aprofundamento das condições de vida dos menos favorecidos, o fato é que tudo tem início ainda em 2015, quando a estratégia do austericídio tomou conta da área econômica… >>

0
Como o neoliberalismo quebra os Estados brasileiros

Por Isabela Prado Callegari e Maria Regina Paiva Duarte | Dívidas tornaram-se impagáveis. Bolsonaro e Guedes propõem privatizar empresas, reduzir serviços públicos e arrochar servidores. É trágico socialmente – e inútil. Há alternativa: redistribuir riqueza, emitindo moeda e tributando os ricos… >>

0
Superar a austeridade fiscalista

Por Paulo Kliass | A necessidade de buscar mecanismos e políticas públicas capazes de enfrentar a doença e suas manifestações recolocou, mais uma vez, a questão do protagonismo da ação estatal… >>

0
O objetivo oculto da austeridade

Por Yanis Varoufakis | Mesmo se todos concordassem que a emissão de outro trilhão de dólares para financiar uma renda mínima para o pobre não iria atiçar nem a inflação nem os juros, ainda assim os ricos e poderosos seriam contra… >>

0
Vidas importam — e a austeridade mata

Por Redação Outras Palavras | Como enfrentar Bolsonaro sem combater a agenda de Guedes? Economistas, profissionais de Saúde e especialistas de diversas áreas frisam que sem supera “austeridade” não será possível combater a pandemia e garantir o isolamento social… >>

0
O que esperar de 2021?

Por Paulo Kliass | Caso não sejam aceitos os argumentos relativos à premência de adoção de medidas contracíclicas por parte do Estado, há sério risco de eclosão de revoltas generalizadas… >>

0
Austeridade, o grande dogma a ser combatido

Por Paulo Kliass | Em todo o mundo, cresce a ideia de que, para sair da recessão, Estado terá que aumentar gastos públicos para retomar o crescimento. Já no Brasil, elites podem até rifar Bolsonaro, desde que programa destruidor de Guedes saia incólume…… >>

0