Setor público e bancos lideram lista de processos no TST

União, Petrobras, bancos públicos e privados se destacam na lista das empresas com maior número de processos no Tribunal Superior do Trabalho (TST), divulgada nesta semana. O ranking inclui empresas com mais de 100 ações na última instância da Justiça trabalhista. Com quase 16 mil processos, a União está no topo, seguida da Caixa Econômica Federal, com 11.883, o Banco do Brasil (10.890), a Petrobras (10.833) e a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (6.831). Logo depois, o Itaú Unibanco (5.434) e o Santander (5.082).

O Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) também divulgou, com base em dados do TST e dos 24 Tribunais Regionais (TRTs), uma lista com os principais responsáveis por processos de 2015. “Bancos, varejo, telefonia, produtoras de petróleo, siderúrgicas, construtoras, empresas públicas, mineradoras e produtoras de alimentos figuram entre as maiores litigantes em âmbito nacional”, diz nota do TST.

Segundo o tribunal, esse levantamento faz parte das metas do chamado Plano Estratégico da Justiça do Trabalho 2015-2020, que pretende identificar e reduzir em 2% o acervo dos dez principais litigantes. “A divulgação visa a reduzir o quantitativo de processos acumulados das pessoas jurídicas ou físicas que detêm a maior concentração de ações nos TRTs e TST.”

No maior TRT do país, o da 2ª Região, que abrange a Grande São Paulo e a Baixada Santista, destacam-se Vivo, Itaú Unibanco, Bradesco, Pão de Açúcar, Casas Bahia, Santander, Atento Brasil, Claro, Fundação Casa e Carrefour. Somadas, têm 47.149 processos, sendo 41.136 na primeira instância (Varas) e 6.013 na segunda (TRT).

Para tentar reduzir o número de processos por meio de acordos, o Judiciário promove anualmente a Semana Nacional da Conciliação Trabalhista. Neste ano, o evento está marcado para 13 a 17 de junho.

[gap]

Fonte: Rede Brasil Atual
Data original da publicação: 22/04/2016

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *