Saberes subalternos e decolonialidade: os sindicatos das trabalhadoras domésticas do Brasil

bernardino-costasaberes_350Neste livro, o autor fez um primoroso e importante trabalho de pesquisa junto ao movimento nacional das trabalhadoras domésticas, registrando vozes e documentos da luta de resistência e reexistência destas trabalhadoras, desde a década de 30 do século passado até o presente. Caso o livro tivesse se limitado a esse registro histórico, já teria valido a pena. Todavia, o mérito de Saberes subalternos e decolonialidade também reside numa interpretação inovadora e provocadora, que se propõe a escutar a discursividade contra-hegemônica de uma categoria profissional até hoje, infelizmente, relegada ao silêncio e à indivisibilidade. É a voz das trabalhadoras domésticas que ecoa nesta interpretação sócio-histórica das desigualdades de gênero, raça e classe da sociedade brasileira. Nesse sentido, este livro também dialoga com questões caras ao feminismo negro e a sua luta em desfazer a idílica descrição da sociedade brasileira. É portanto um estudo que desafia os silêncios comuns entre os cientistas sociais brasileiros no tocante às contradições de gênero e raça presentes em nossa sociedade e suas implicações nas relações de poder e hierarquias sociais instituídas bem como na realização plena da cidadania, da democracia e da justiça social.

(texto por Sueli Carneiro, presente no site da editora)

Informações

Título: Saberes subalternos e decolonialidade: os sindicatos das trabalhadoras domésticas do Brasil
Autor: Joaze Bernardino-Costa
Editora: Editora UnB
Ano: 2015

Onde encontrar: A obra pode ser adquirida diretamente de sua editora, ou em sebos cadastrados no site Estante Virtual, entre outros.

Leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *