Dupla presença feminina: efeitos da divisão sexual do trabalho sobre o tempo cotidiano das mulheres urbanas de baixa renda

Autora: Fernanda Sucupira Gomes
Orientadora: Maria Lygia Quartim de Moraes
Ano: 2015
Tipo: Dissertação de Mestrado
Instituição: Universidade Estadual de Campinas. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Sociologia
Repositório: Biblioteca Digital da Unicamp
Resumo: Este estudo investiga as consequências da articulação entre trabalho remunerado e trabalho doméstico e familiar sobre os usos do tempo das mulheres urbanas de baixa renda. A partir de uma pesquisa de campo com trabalhadoras que vivem com seus companheiros e filhos na comunidade de Paraisópolis, foram analisadas as repercussões da divisão sexual do trabalho na vida cotidiana e na trajetória profissional dessas mulheres. Identificaram-se também as estratégias de resistência que elas desenvolveram para lidar com a dupla presença. Os depoimentos mostram que o dia a dia delas está tomado por essa dupla carga de trabalho, sobrando pouco espaço para outras temporalidades sociais. Observaram-se intensos conflitos entre homens e mulheres nos domicílios estudados, relacionados à distribuição das tarefas domésticas e de cuidados, uma novidade em relação às pesquisas de décadas anteriores. Nota-se um crescimento da tensão em torno dessas questões, gerando constantes discussões, o que pode sinalizar a existência de uma mudança em curso.
Arquivo: Acesse aqui o texto completo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *