Pesquisa mais antiga sobre mercado de trabalho é encerrada no RS

Na última quarta-feira (25/04), foi divulgada a Pesquisa de Emprego e Desemprego na Região Metropolitana de Porto Alegre (RMPA), mostrando redução do nível ocupacional e relativa estabilidade da taxa de desemprego em março. Esses foram os últimos dados divulgados da PED, pesquisa com a série histórica mais longa do Rio Grande do Sul sobre mercado de trabalho, e a segunda mais antiga do Brasil, com divulgação mensal ininterrupta há 27 anos. A pesquisa era realizada numa parceria entre DIEESE, FEE e FGTAS.

Conforme os dados da PED-RMPA, a taxa de desemprego total apresentou relativa estabilidade entre fevereiro e março de 2018, passando de 11,7% para 11,8% da População Economicamente Ativa (PEA). O número total de desempregados em março permaneceu estável em 219 mil pessoas. Segundo a economista do DIEESE, Virgínia Donoso, esse resultado ocorreu devido à retração do nível ocupacional (menos 16 mil), a qual foi compensada pela saída de pessoas do mercado de trabalho (menos 16 mil). A taxa de participação passou de 52,8% para 52,4% no período em análise.

A coletiva de imprensa dos dados da PED-RMPA referentes a março marca a descontinuidade da pesquisa mais completa e antiga sobre o mercado de trabalho no RS. A PED-RMPA teve suas atividades de campo encerradas no fim do mês de março, conforme decisão unilateral do Governo do Estado do RS, em consonância com a proposta de extinção das fundações. Anualmente, eram entrevistadas cerca de 75 mil pessoas, uma amostra robusta para a Região Metropolitana de Porto Alegre, que permite um retrato profundo e detalhado do mercado de trabalho e oferece parâmetros para compreender as condições socioeconômicas no RS.

Com o fim da PED, o Estado deixará de produzir dados primários e, portanto, passará a depender das informações produzidas e disponibilizados pelo IBGE e Ministério do Trabalho/MTB. O encerramento da PED interrompe uma pesquisa que tem valor pela longa série histórica, pela metodologia reconhecida pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) e pelo olhar detalhado do nosso mercado regional. Ao encerrar a PED, o governo José Ivo Sartori descumpre o compromisso junto aos órgãos de controle em manter as atividades de pesquisa, ainda que as fundações sejam extintas.

(*) As informações são do DIEESE.

[gap]

Fonte: Sul21
Data original da publicação: 25/04/2018

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *