Nepal: OIT estima que terremoto afetou um terço da força de trabalho no país

“Nós estamos mais do que prontos para dar início a todas as obras de emergência”, disse José Assalino, diretor do escritório da OIT, em Katmandu. “Nós vamos construir sobre o progresso existente, que já vínhamos trabalhando no país. Emprego e proteção social fazem parte da prioridade número um do programa de país da OIT assinado com o Nepal em 2013”.

O diretor afirmou que a agência já trabalhava sobre a política nacional de emprego e da segurança social no Nepal antes do terremoto e permanece ativa durante o período inicial de recuperação. A ideia é criar mais do que oportunidades temporárias, buscando criar empregos de longo prazo baseados no treinamento local.

Atualmente, a OIT tem programas em parceria com o governo e o Banco Mundial em 33 distritos do Nepal. Estes distritos incluem todos aqueles que foram mais afetados pelo terremoto.

Em 25 de abril, um terremoto de magnitude 7,8 atingiu o Nepal, matando milhares de pessoas ao mesmo tempo limitando o acesso aos alimentos e deixando cerca de 3,5 milhões em necessitadas de assistência alimentar. Estima-se que 8 milhões de pessoas em todas as regiões ocidental e central do país foram afetadas pela catástrofe, incluindo as suas maiores cidades, Katmandu e Pokhara.

[divide]

Fonte: ONU
Data original da publicação: 07/05/2015

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *