Mulheres árabes avançam no mercado de trabalho

“Quando governantes com os quais me reúno pela primeira vez vão conhecer uma pessoa que representa os Emirados Árabes Unidos, assumem que será um homem e se surpreendem ao ver uma mulher, sendo que em seguida a conversa se torna prazerosa”, contou a embaixadora emiratense na Espanha, Hissa Al Otaiba.

A representante dos Emirados relatou a situação no Fórum Global de Mulheres de Dubai, durante a sessão Vozes do Golfo, dedicada às ideias errôneas sobre as mulheres árabes. “Muitas pessoas não compreendem a participação feminina no mercado de trabalho nos Emirados. Atualmente, 66% das mulheres nos Emirados integram a força de trabalho. Ocupamos todo tipo de cargos, como ministras, parlamentares, conselheiras, entre outros”, destacou Al Otaiba.

Segundo a embaixadora, “a participação feminina se multiplicou por cinco. Antes, éramos 50 mil mulheres, e agora somos 350 mil, um grande avanço, mas queremos mais. Quando falamos com as autoridades, nos dizem que vamos lentamente, porque a sociedade não está pronta. Então fazemos consultas de opinião para ver se essa é a opinião dos líderes ou pensamentos reais das pessoas”.

“Quando perguntamos o que pensam das mulheres ocuparem cargos nos ministérios, 50% dizem que sim. Quando perguntamos se estão preparados para vê-las dirigindo automóvel, 50% respondem sim. E quando perguntamos se estão dispostos a vê-las trabalhando ao lado dos homens e com clientes homens, 52% dizem sim”, afirmou a embaixadora.

O Fórum Global de Mulheres de Dubai deste ano começou na terça-feira (23) e terminou na quarta-feira (24/02) em Madinat Jumeirah.

Fonte: Envolverde, com IPS
Data original da publicação: 24/02/2016

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *