França: trabalhadores de diversos setores realizam greves e protestos

França: trabalhadores de diversos setores realizam greves e protestos

Teve início na terça-feira (26/01) em Paris uma série de greves simultâneas de taxistas, servidores públicos, funcionários hospitalares, controladores aéreos e professores por toda a França. A onda de protestos fez com que o jornal diário Le Parisien classificasse o dia como “terça-feira negra”.

Cerca de 300 taxistas protestavam contra o Uber, serviço semelhante ao de táxi tradicional. Eles bloquearam uma das vias principais de Paris a atearam fogo a pneus. “Hoje nossa sobrevivência corre risco, estamos cansados de reuniões e negociações”, disse à AFP a porta-voz do coletivo de táxis da França, Ibrahima Sylla.

A polícia foi chamada para desbloquear a via e acabou usando gás lacrimogêneo para dispersar os manifestantes. Segundo as autoridades, 19 pessoas foram presas.

Nos aeroportos de Orly e Charles de Gaulle, alguns voos foram cancelados devido à greve dos controladores aéreos, que protestavam por melhores salários.

De acordo com um porta-voz do aeroporto, os passageiros foram notificados dos cancelamentos antes da greve ter início pelas próprias linhas aéreas. A EasyJet, por exemplo, informou ter cancelado 35 voos domésticos e que iriam para ou vinham da Suiça, Itália e Espanha.

Fonte: Opera Mundi
Data original da publicação: 26/01/2016

Leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *