Emprego na Alemanha atinge máxima recorde em 2013, diz agência de estatísticas

O número de pessoas empregadas na maior economia da Europa atingiu máxima recorde pelo sétimo ano consecutivo em 2013, embora o aumento tenha sido menor do que nos dois últimos anos, informou a agência de estatísticas da Alemanha na quinta-feira (02).

Com 41,8 milhões de pessoas no mercado de trabalho, cerca de 232 mil empregos foram criados no ano passado, mas o aumento foi aproximadamente metade da média para 2012 e 2011, de acordo com a agência.

A taxa de desemprego da Alemanha tem se estabilizado pouco abaixo de 7 por cento pelos últimos dois anos e é invejada por seus pares da zona do euro atingidos pela crise, como a Espanha e a Grécia, onde mais de uma em cada quatro pessoas está oficialmente sem trabalho.

Fortes dados de emprego são um bom sinal para a demanda doméstica, sobre a qual o governo está se baseando para sustentar o crescimento econômico neste ano, à medida que a economia tradicionalmente conduzida por exportações sofre com a desaceleração em alguns mercados emergentes e com a frágil demanda da zona do euro.

Entretanto, alguns dos institutos econômicos da Alemanha têm alertado que os planos do novo governo de direita-esquerda da chanceler Angela Merkel de introduzir um salário mínimo pode causar perda de empregos no longo prazo.

Os dados de desemprego para dezembro serão divulgados na próxima semana.

[divide]

Fonte: O Estado de S.Paulo, com Reuters
Texto: Madeline Chambers
Data original da publicação: 02/01/2014

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *