Cresce desemprego na Grécia

O desemprego na Grécia subiu para 26,8% da população economicamente ativa, em outubro de 2012. Este cenário atinge cerca de 1,34 milhão de pessoas segundo dados divulgados ontem (10) pela agência de estatísticas grega  (Elstat).

Mais de 36 mil trabalhadores perderam seus empregos entre setembro e outubro do ano passado, número que é dez vezes maior do que o registrado em 2011, o que projeta um aumento de 37,7% com especial incidência entre as populações mais jovens e as mulheres.

Na primeira faixa de idade, de 15 a 24 anos, o índice de desemprego se situou em 56,6%, e entre os trabalhadores com idade entre 25 e 34 anos, a taxa de desemprego alcançou 34,1%. As mulheres são as mais prejudicadas, com 30,4%, e os homens representam 24,1% desse total.

Durante 41 meses consecutivos a taxa de desemprego na Grécia só cresceu, o que aumenta a expectativa de agravamento do quadro de crise e recessão no ano de 2013. O cenário fica ainda mais preocupante com as duríssimas medidas de austeridade e o aumento de impostos que estão provocando o fechamento de empresas por toda a Grécia.

[divide]

Fonte: Prensa Latina

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *