Argentina: professores aceitam acordo e encerram greve

Os sindicatos de professores da província de Buenos Aires aceitaram no sábado (29/03)  a nova oferta de aumento salarial proposta pelo governo regional e voltaram às salas de aula após 17 dias de greve.

A proposta salarial, que trará um aumento de 32,5% para a maioria dos professores, foi aceita em uma reunião entre representantes dos sindicatos que participaram da complexa negociação com o governo da província onde fica a capital do país. Com isso, os docentes decidiram pôr fim à greve, que impediu que 3,5 milhões de alunos começassem o ano letivo.

“A proposta foi aprovada por 92% (dos que votaram na reunião)”, disse em entrevista coletiva o presidente do Sindicato Único de Trabalhadores da Educação de Buenos Aires (Suteba), Roberto Baradel.

Há duas semanas, diante do fracasso das negociações, o governo provincial tinha imposto, por decreto, uma alta salarial de 30,9%, abaixo dos 35% exigidos pelos sindicatos. O aumento foi rejeitado pelos professores, que mantiveram a greve.

[divide]

Fonte: Terra
Data original da publicação: 29/03/2014

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *