A relação entre as condições de trabalho e o adoecimento do trabalhador docente brasileiro

Autora: Jane Rose Silva Souza
Orientador: Ramón Peña Castro
Ano: 2015
Tipo: Dissertação de Mestrado
Instituição: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio. Programa de Pós-Graduação em Educação Profissional em Saúde
Repositório: Arca – Repositório Institucional da Fiocruz
Resumo: Este trabalho objetiva investigar as condições de vida e trabalho dos docentes brasileiros e os impactos que isto tem sobre sua saúde, tendo seu fundamento na experiência pessoal da autora como professora e pedagoga em rede pública e privada, nos diferentes níveis de ensino. Experiência esta, enriquecida pela convivência e pelo diálogo permanente com colegas de trabalho e com alunos de Cursos Normal e Licenciatura. O embasamento teórico-científico foi realizado mediante revisão bibliográfica, através de literatura selecionada de autores que focalizam questões relacionadas com distintos aspectos da saúde do trabalhador, dentre os quais Minayo-Gomez (1997), Sennett (2005), Lacaz (1996), Codo (1999;2006), Dejours (1993,2004,2009). Priorizou-se, igualmente, a bibliografia mais especificamente dedicada à saúde dos trabalhadores docentes, entre cujos autores citamos Marilda Lipp (2002), José Esteve 1991), Dalila Andrade Oliveira (2009), entre outros. A exposição dos resultados desta pesquisa está estruturada assim: “Introdução” e três capítulos: (1) “Trabalho e saúde” (revisão conceitual), (2) “O trabalho docente e sua nocividade” e (3) Representação da temática em bases virtuais e , por fim, “ Considerações finais”.
Arquivo: Acesse aqui o texto completo
Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *