Trabalhadores da Central Nuclear de Fukushima querem adicional de risco

Quatro trabalhadores da Central Nuclear de Fukushima vão processar a operadora Tepco e outras empresas subcontratadas por considerar que estão sendo pagos insuficientemente para os riscos que correm.

Com idade entre 30 e 60 anos, os trabalhadores continuam a atuar na central, danificada pelo tremor, seguido de tsunami, em março de 2011. Eles exigem da Tepco e das companhias subcontratadas o equivalente a 650 mil euros por subsídio de risco.

“Acredito que algum dia a minha saúde será prejudicada”, disse um dos trabalhadores à NHK, acrescentando que “nem todos podem falar do problema”, e que o importante é que alguém diga alguma coisa. O grupo é representado pelo advogado Tsuguo Hirota  que apresentou o caso ao tribunal de Fukushima na quarta-feira (03/09).

Cerca de seis mil pessoas trabalham atualmente na central, mas apenas uma pequena parte é contratada diretamente pela Tepco.

Com o terremoto e tsunami de 2011, a Central Nuclear de Fukushima registrou o pior acidente nuclear da história depois de Chernobyl.

[divide]

Fonte: Agência Brasil
Data original da publicação: 02/09/2014

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *