A reforma trabalhista e a ética do absurdo de Albert Camus

Por Raphael Varga Scorpião e Nicollas Madeira de Oliveira | Este artigo é uma denúncia do absurdo jurídico, é um grito para a tomada de consciência da lei que aprisiona e reduz o ser humano à máquina e, por fim, é um clamor de revolta, mas também de esperança… >>>

0
Como se arma um tsunami de desemprego

Pesquisador do Unicamp alerta: ataque aos direitos trabalhistas e corte de gastos públicos prenunciam desocupação gigante. Para enfrentá-la, será preciso agir em sentido oposto ao de Bolsonaro e Guedes — com atuação inédita do Estado na Economia

>>>

0
A classe trabalhadora precisa de agenda no Congresso Nacional?

Por Marcos Verlaine | Elaborar e construir essa agenda da classe trabalhadora no Congresso Nacional dará visibilidade e recolocará esse relevante ator social no debate da grande pauta do País e vai permite disputar com outros atores sociais o que de fato interessa e é importante para o Brasil… >>>

0
Enfim, a classe trabalhadora chegou ao paraíso?

Por Ana Claudia Moreira Cardoso e Karen Artur | Parece claro que foram as plataformas digitais de trabalho que chegaram ao paraíso, ao terem a liberdade de impor suas regras e se colocarem (falsamente) como simples mediadoras entre consumidores e fornecedores de serviço… >>>

0