Há “empoderamento” nas plataformas digitais?

Por Ana Claudia M.Cardoso, Célia da G. Arribas e Maria Júlia T. Pereira | Problema é estrutural, mas Uber, Ifood e afins apropriam-se da pauta feminista sem garantir dignidade ou segurança às mulheres. Divisão de gênero se mantém: são poucas nos apps de transporte e quase 100% em limpeza e estética… >>

0