A reforma trabalhista e a ética do absurdo de Albert Camus

Por Raphael Varga Scorpião e Nicollas Madeira de Oliveira | Este artigo é uma denúncia do absurdo jurídico, é um grito para a tomada de consciência da lei que aprisiona e reduz o ser humano à máquina e, por fim, é um clamor de revolta, mas também de esperança… >>>

0
As Vinhas da Reforma Trabalhista

Pedro Henrique Koeche Cunha

Os Estados Unidos dos anos 1930, retratados pelo brilhante John Steinbeck em “As vinhas da ira”, e o Brasil de 2018 pós-reforma trabalhista.… >>>

0