Política social e crescimento econômico

Eduardo Fagnani

O gasto social multiplica o crescimento: o incremento de 1% do PIB nos gastos com educação e saúde gera crescimento de 1,85% e 1,70% do PIB. Porém, 56% do valor dos gastos sociais voltam para o Tesouro: os beneficiários das políticas sociais são também seus principais financiadores.… >>>

No Brasil, ricos pagam pouco imposto e convencem os patos

Róber Iturriet Avila e João Batista Santos Conceição

Em comparação com outros países, no Brasil os impostos incidem muito mais sobre consumo e salário do que sobre renda e patrimônio, o que dificulta cumprir os direitos sociais definidos na Constituição de 1988.
>>>

Sindicatos denunciam fuga ao fisco da McDonald’s

Um relatório conjunto de confederações sindicais e organizações anti-pobreza europeias e norte-americanas trouxe a público o esquema de planeamento fiscal que permitiu à cadeia McDonald’s fugir do pagamento de impostos na Europa.… >>>

Onde está o Estado?

Róber Iturriet Avila e Luís Felipe Gomes Larratea

A retórica de que o cidadão paga impostos e não recebe serviços é astuciosa. Ela vitimiza quem deveria contribuir mais para o bem-estar social.… >>>

Pobre é quem paga a conta

Gabriela Allegrini

A afirmação de que a carga tributária brasileira é excessiva precisa ser relativizada. De fato, 35% ou 36% do PIB é um número bastante razoável se considerarmos que os países muito ricos arrecadam em torno de 50% e os mais pobres 20%. O caso brasileiro tem o agravante de pesar majoritariamente sobre os ombros dos mais pobres, pois mais da metade de tudo que o Estado arrecada vem dos impostos sobre os produtos.… >>>

2