Outras sociologias do trabalho: flexibilidades, emoções e mobilidades

LIMAoutras_350A questão da mobilidade do capital e do trabalho é o tema central que “costura” as diversas pesquisas aqui apresentadas. Esta mobilidade está presente de forma objetiva e subjetiva, na utilização do tempo, do espaço e das emoções no trabalho. A instabilidade, as (faltas de) perspectivas de futuro, os deslocamentos, os novos espaços produtivos, a carreira possível, os significados do trabalho. Estamos chamando de “outras” sociologias do trabalho, seguindo a expansão da subdisciplina, para além dos muros da fábrica, fronteira imaginária que a conteve até o final do século XX. Novas e velhas abordagens da questão trabalho retomam sua centralidade na vida social, mesmo que o conceito seja relativizado ou mesmo subdividido, como por exemplo, em “atividades”, “prestação de serviços” e outros. Permanece, contudo, a questão das formas como os indivíduos se organizam na busca pela sobrevivência material e psíquica e como atribuem sentido à existência.

Em termos de empiria, as pesquisas abordam trabalhadores no Brasil, na Inglaterra, no Canadá e no Catar. Essa diversidade, e aparente disparidade, retrata tendências que, mesmo com suas especificidades locais, se repetem globalmente. Estamos nos referindo, é importante insistir, num contexto de capitalismo em que as fronteiras perdem nitidez, e os espaços produtivos integram-se em redes. Assim nos referimos ao caso das trabalhadoras de supermercado em Montreal no Canadá, e em Campina Grande na Paraíba; dos imigrantes brasileiros em Londres e dos paquistaneses no Catar; dos trabalhadores de alumínio no Pará e dos rurais, da construção civil e da metalurgia em São Paulo. A ideia do não lugar, do transitório, manifesta-se na mobilidade permanente, temporal e geracional desses trabalhadores.

(texto de apresentação presente no livro)

Informações

Título: Outras sociologias do trabalho: flexibilidades, emoções e mobilidades
Organizador: Jacob Carlos Lima
Editora: EdUFSCar
Ano: 2013
Sumário: clique aqui

Onde encontrar: A obra pode ser adquirida diretamente de sua editora, e em livrarias, como a Livraria Cultura, ou em sebos cadastrados no site Estante Virtual, entre outros.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *