OIT premia iniciativa regional para combater trabalho infantil na América Latina

[vc_row][vc_column][vc_column_text]A Iniciativa Regional América Latina e o Caribe Livres de Trabalho Infantil recebeu o “Prêmio Inovação” da Organização Internacional do Trabalho (OIT), em reconhecimento à sua contribuição na promoção do trabalho decente, seu impacto positivo e significativo nos constituintes da OIT, enfrentando um desafio particular de uma maneira única e original.

A Iniciativa Regional iniciou-se a partir de um projeto de cooperação sul-sul promovido entre Governo brasileiro, a OIT e países da região, contando com a ativa participação de representantes da Secretaria Especial do Trabalho e Previdência e do Ministério da Cidadania do Brasil. Atualmente, é reconhecida como um instrumento de cooperação intergovernamental formado por 30 países para atingir a meta 8.7 da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, que busca acabar com todas as formas de trabalho infantil até 2025.

A segunda edição do “Prêmio Inovação da OIT” homenageia funcionários da OIT no mundo todo que atingiram resultados considerados excepcionais. Em torno de 700 pessoas foram indicadas por 540 oficiais da Organização para as categorias “Trabalho em Equipe”, “Inovação” e “Liderança”.

As vencedoras brasileiras foram Fernanda Barreto Ribeiro e Maria Cláudia Mello da Silva Falcão, coordenadoras de programas da OIT e integrantes da Secretaria Técnica da Iniciativa.

A edição deste ano do prêmio marca o centenário da OIT e teve número recorde de indicações. Os vencedores receberão a homenagem em 6 de maio, durante uma cerimônia na sede da OIT, em Genebra, com a presença do diretor-geral da Organização, Guy Ryder. O evento será aberto a funcionários e terá transmissão ao vivo para todos os escritórios da OIT.

Fizeram parte do comitê de avaliação membros da sede da Organização, assim como funcionários de campo, representando diferentes níveis e setores. O processo foi liderado pelo diretor do Centro de Treinamento Internacional da OIT em Turim, na Itália, Yanguo Liu.

“Foi uma honra presidir o painel nesta segunda edição do prêmio. Fiquei impressionado e animado com o sucesso contínuo dessa iniciativa”, disse Liu. “O alto número de indicações mostrou como os funcionários da Organização estão fazendo a coisa certa — com ótimos exemplos de inovação, trabalhando juntos e sendo um exemplo para os outros”, declarou.

“Analisar as nomeações me deu uma visão mais aprofundada da cultura organizacional e do espírito compartilhado por tantas equipes da OIT em todo o mundo. Este espírito é um reflexo dos valores da Organização e é um elemento-chave do nosso sucesso”, concluiu.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_empty_space][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]Fonte: ONU Brasil
Data original da publicação: 23/04/2019[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *