OIT aborda ligação entre economia e mercado laboral na nova agenda global

As Nações Unidas preparam-se para acolher líderes mundiais para a adoção formal dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável entre 25 e 27 de setembro.

O crescimento econômico e o emprego inclusivo são o foco de 8 dos 17 objetivos da nova agenda global. Perante o cenário, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) chama a atenção para desigualdades no mercado laboral.

Trabalho

De acordo com a agência, a mulher ganha em media 70% menos que o homem em uma mesma função. Em relação à proporção feminina que trabalha, a agência destaca também que a porcentagem é menor devido a fatores como a discriminação.

Em conversa com a Rádio ONU, o diretor-adjunto da agência em Nova Iorque,  Vinícius Pinheiro, explicou porque é relevante apostar em equilíbrio na próxima estratégia global.

Investimento

“Essa é uma meta fundamental, tentar reduzir a desigualdade salarial entre homens e mulheres e também tentar reduzir a brecha de participação entre homens e mulheres. Grande parte das ações passa por medidas de eliminação da discriminação. Um outro componente importante é o investimento em medidas que façam as mulheres e os homens poderem conciliar as atividades de trabalho e tarefas familiares.”

Além de impulsionar a presença feminina no mercado de emprego, o ODS 8 destaca a necessidade de busca para os jovens de emprego pleno, produtivo e decente.Pinheiro disse que o grupo sofre com as atuais lacunas existentes entre os sistemas de educação e as necessidades no mercado de trabalho.

Educação Permanente

“É fundamental investir mais para aproximar esses dois elementos. Em segundo lugar, é fundamental investir em programas de aprendizagem profissional e de estágio que permitam uma transição mais suave entre a educação, a universidade e o ensino técnico e o mercado de trabalho. É necessário criar essas pontes. Finalmente, essa ideia de que a pessoa se forma, depois vai trabalhar e depois de aposenta já é ultrapassada. Hoje, nós temos que investir em educação permanente.”

Na Cúpula de Desenvolvimento Sustentável, a ser realizada na sede da ONU, os líderes devem adotar o conjunto das 169 metas para serem executadas nos próximos 15 anos.

[divide]

Fonte: Rádio ONU, com alterações
Data original da publicação: 15/09/2015

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *