O Ministério do Trabalho perguntou o que é ser trabalhadora e teve que ouvir umas verdades

Março é o mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher. Por isso, o Ministério do Trabalho resolveu perguntar a elas no Twitter o que é ser trabalhadora. Porém, as respostas não foram exatamente o que eles esperavam, já que a experiência da maioria das mulheres no mercado de trabalho é negativa.

Imagem: Reprodução/Twitter

Como é o caso da Camila, que foi questionada se estava grávida durante uma entrevista de emprego.

Imagem: Reprodução/Twitter

“Mas todo mundo aqui disse que você tá grávida”. Algumas respostas deixaram claro que ser trabalhadora (e chefe) é ser demitida porque não te respeitam.

Imagem: Reprodução/Twitter

E também ter apenas chefes homens, mesmo que as mulheres sejam maioria na área.

Imagem: Reprodução/Twitter

Aliás, subir na carreira é sempre uma barreira para as mulheres, já que, quando são promovidas, sempre tem alguém para falar que isso aconteceu porque “deram pro chefe”.

Imagem: Reprodução/Twitter

Entre outros absurdos…

Imagem: Reprodução/Twitter

Outra realidade comum para as mulheres no mercado de trabalho é ter as suas ideias roubadas por homens.
E não receberem o crédito por elas.

E sempre ser avaliada por seu corpo e sua idade.

Imagem: Reprodução/Twitter

Também não faltaram indiretas para o Ministério do Trabalho.

Imagem: Reprodução/Twitter

Após a reforma trabalhista, passou a ser permitido que mulheres grávidas ou ainda amamentando possam trabalhar em áreas insalubres, caso tenham um atestado médico. Diante de tudo isso, a Patricia conseguiu resumir muito bem o que é ser uma trabalhadora.

Imagem: Reprodução/Twitter
[gap]

Fonte: BuzzFeed
Texto: Aline Ramos
Data original da publicação: 05/03/2018

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *