O fenômeno da terceirização no processo de precarização do trabalho contemporâneo

Autora:Renata Coutinho de Almeida
Orientador:Pedro Paulo Teixeira Manus
Ano:2019
Tipo:Dissertação de Mestrado
Instituição:Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.  Faculdade de Direito. Departamento. Programa de Estudos Pós-Graduados em Direito
Repositório: Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da PUC-SP
Resumo: Essa dissertação cuida do fenômeno da terceirização enquanto instrumento do processo de precarização social do trabalho contemporâneo. Como forma de manter a hegemonia do sistema capitalista, a terceirização é capaz de se adequar às volatilidades do capital financeiro pautado por formas de sociabilidade cada vez mais assentadas na exploração do trabalho vivo e no desmonte de direitos sociais. Estudos da economia e da sociologia do trabalho demonstram que estamos diante de uma dinâmica produtiva que gera pulverização e subalternidade. Trata-se de uma poderosa ferramenta de redução de custos com o trabalho por meio do rebaixamento salarial, da intensificação da jornada, da promoção de invisibilidades e discriminação, da proliferação de doenças e mortes no trabalho e da fragmentação da estrutura sindical. Com a regulamentação da terceirização irrestrita, os chamados terceirizados tendem a se tornar regra.
Arquivo: Acesse aqui o texto completo
Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *