Nota Técnica DIEESE, n. 242: Como financiar as políticas de estímulo e auxílio à economia brasileira no contexto da crise do coronavírus?

Entidade responsável: Dieese
Ano: 2020
Acesso: livre

A pandemia da covid-19 tem exigido grande esforço de toda a sociedade para a preservação da vida. Trata-se de um período de exceção, no qual o mundo todo – e não somente o Brasil – enfrenta enormes dificuldades, que se estenderão para além do período endêmico, quando o desafio será minimizar o custo inestimável de perdas de vidas humanas e de recursos.

O combate à pandemia mostrou novamente a obsolescência do debate sobre o Estado Mínimo: independentemente do viés ideológico, todos os governos do mundo, sem exceção, têm utilizado seus respectivos estados para intervir fortemente na economia e na sociedade em geral, dado que, nessas circunstâncias, o setor privado se retrai. Com isso, “pacotes”de gastos, pagamento de benefícios a cidadãos, financiamento de folhas de pagamento, entre outros, têm sido fartamente praticados. Nesse cenário de risco de perdas de dezenas de milhares de vidas, a discussão fiscal se torna uma questão secundária. Garantir a renda das pessoas é, acima de tudo, financiar a mais efetiva política de combate à pandemia que se conhece até o momento: o isolamento social. […]

Clique aqui para acessar o conteúdo integral da publicação.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *