MTE debate condições de trabalho dos brasileiros no Japão

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), em conjunto com o Ministério das Relações Exteriores, realizou no domingo (23) um seminário para debater as condições de trabalho dos brasileiros no Japão, na cidade de Humamatsu. Sob a coordenação do Conselho Nacional de Imigração (CNIg) e do Consulado do Brasil, foram debatidos assuntos como o acesso à qualificação profissional; a validação, pelo governo brasileiro, da experiência profissional do trabalhador no Japão para comprovar a experiência em caso de retorno ao Brasil; a possibilidade de acesso aos empregos oferecidos no Brasil pelo sistema público de emprego; e as necessidades de políticas especificas para os jovens.

Em mensagem enviada para o seminário, o ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, ressaltou os avanços do Brasil na geração de empregos e na melhoria das condições de trabalho da população. “O MTE prestará todo o apoio necessário aos trabalhadores brasileiros, independentemente se desejarem permanecer no exterior ou se decidirem retornar ao Brasil”, enfatizou o ministro.

Para o presidente do CNIg, Paulo Sérgio de Almeida, cada dia mais os brasileiros tem buscado o apoio do governo brasileiro para lidar com as leis trabalhistas e o mercado de trabalho no Japão. “Os trabalhadores brasileiros emigrantes ao Japão também têm demandado informações sobre a situação do Brasil e das oportunidades que teriam em caso de retorno”, afirmou.

A crise financeira internacional e o terremoto de 2012 afetaram os brasileiros residentes no Japão. A comunidade que contava, em 2007, com 317 mil brasileiros passou a ter, em 2012, 190 mil que ainda enfrentam os efeitos da crise. O mercado de trabalho tornou-se mais exigente no domínio do idioma japonês, com menor quantidade de vagas aos brasileiros e com salários menores.

Participam da delegação brasileira além do presidente do Cnig, a assessora especial do ministro, Celia Romeiro, e a servidora da Secretaria de Políticas Públicas de Emprego, Sinara Ferreira. A delegação tem ainda agendadas reuniões com o Ministério do Trabalho do Japão, com o Serviço de Imigração, alem de encontros com entidades que prestam apoio trabalhista aos brasileiros e lideranças da comunidade.

Espaço do Trabalhador

O MTE e o Itamaraty inauguraram uma unidade de apoio trabalhista aos brasileiros, no Consulado-Geral do Brasil, em Hamamatsu. O Espaço do Trabalhador Brasileiro (ETB) tem como finalidade apoiar os trabalhadores emigrantes sobre os direitos laborais do país e fornecer informações sobre o mercado de trabalho brasileiro àqueles que planejam voltar ao Brasil. A criação do ETB foi muito elogiada pelos participantes no seminário, que a consideraram uma resposta adequada aos desafios atuais dos brasileiros no Japão.

Além do espaço do trabalhador, os brasileiros que voltam do exterior tem o Núcleo de Apoio e Informação a Brasileiros Retornados do Exterior (Niatre), criado pelo MTE no bairro da Liberdade, em São Paulo, com a finalidade de reintegrar os brasileiros.

Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego
Data original da publicação: 24/06/2013

Leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *