Movimento operário e a questão cidade-campo no Brasil: classes urbanas e rurais na formação da geografia operária brasileira

MOREIRAmovimento-337As lutas dos trabalhadores da cidade e do campo se desenrolam no interior de uma estrutura material da sociedade para a qual temos dados pouca atenção, mas é por meio da qual o capital organiza seu poder de reproduzir-se mesmo sob condições sociais adversas: o espaço geográfico. Este livro é o estudo da forma como as relações e conflitos das classes urbanas e rurais se entrecruzam e nesses termos definem o modo como se constitui no Brasil o espaço geográfico e esta constituição por sua vez determina a forma do arranjo e estrutura da geografia operária brasileira. Seu ponto de análise é o entrelace que a relação cidade-campo se move como um eixo de relação espaço-poder, seja para o exercício do controle do capital sobre o operariado e do campesinato dos problemas sócio-econômicos e político-culturais de vida que no Brasil o capital lhes cria no campo e na cidade.

(texto presente no site da editora)

Informações

Título: Movimento operário e a questão cidade-campo no Brasil: classes urbanas e rurais na formação da geografia operária brasileira
Autor: Ruy Moreira
Editora: Consequência
Ano: 2013

Onde encontrar: A obra pode ser adquirida diretamente de sua editora, ou em sebos cadastrados no site Estante Virtual, entre outros.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *