Funcionários da Randon têm acordo para evitar demissões

A flexibilização da jornada de trabalho no grupo Randon foi aprovada pelos trabalhadores e já tem data para começar: será nesta sexta-feira (01/08). Pela medida aceita pelos funcionários em votação na segunda-feira (28/07), os funcionários não trabalharão quatro dias por mês em agosto, setembro e outubro, totalizando 12 folgas. Metade desses dias livres será descontada dos salários e a outra será paga pela companhia.

A votação, que teve seu resultado divulgado ontem, contemplou todas as empresas do grupo, com exceção da Fras-le e da Randon Veículos, o que abrangeu cerca de 8 mil trabalhadores.

A estratégia busca adequar a produção ao momento de instabilidade econômica que afetou diretamente a área de transporte de cargas e a aquisição de caminhões – e, por consequência, o fornecimento de reboques e semirreboques, além da cadeia de autopeças dedicada ao setor.

O diretor corporativo de Recursos Humanos da Empresas Randon, Vanderlei Novello, disse que os descontos só serão computados nas horas não-trabalhadas, sem prejuízos em outras questões, como descanso semanal remunerado, férias, 13º salário e Programa de Participação nos Resultados (PPR). As folgas provavelmente serão às sextas-feiras.

– Já adotamos feriados prolongados, férias coletivas, e agora lançamos mão dessa estratégia prevista em convenção com o objetivo de manter os postos de trabalho – explicou Novello.

Sindicato avalia entrar na Justiça

O Sindicato dos Metalúrgicos de Caxias não acompanhou a votação. A ausência ocorreu porque a última convenção da categoria venceu em 1º de junho e o dissídio deste ano se encontra na Justiça. A entidade entende que a medida não tem valor legal e não descarta questionar judicialmente a redução da jornada aprovada.

O Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Caxias do Sul (Simecs) avalia que a medida foi bem cercada judicialmente e que, na falta do sindicato dos funcionários, a Cipa da empresa teve o respaldo para acompanhar a votação.

Quem adotará a medida

Randon Implementos Caxias do Sul – 86% dos votos a favor
Randon São Paulo – 100% aprovado por aclamação
Suspensys – 87% dos votos a favor
Castertech – 91% dos votos a favor
Master – 85% dos votos a favor
Jost Brasil – 78% dos votos a favor

[divide]

Fonte: Instituto Humanitas Unisinos, com Zero Hora
Texto: Ana Demoliner
Data original da publicação: 30/07/2014

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *