Força-tarefa regulariza situação de 1.200 haitianos no País

Após quatro dias de trabalho, já foi alcançada a meta da força-tarefa do Governo Federal de regularizar cerca de 1.200 haitianos que se encontram no município de Brasiléia, no Acre. Com a entrega do protocolo inicial de regularização pelo Ministério da Justiça, por meio da Polícia Federal, essa prestação de serviço aos imigrantes está normalizada.

Foram cadastrados 1.315 haitianos, sendo que 1.048 receberam Carteira de Trabalho emitida pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) desde o início dos trabalhos da força-tarefa, no sábado passado (13). O número de CPFs emitidos pela Receita Federal chegou a 876.

Ao avaliar as condições de saúde dos imigrantes, a Força Nacional do Sistema Único de Saúde (SUS) concluiu que os índices estão dentro dos padrões, ou seja, não representam qualquer risco de saúde à população. Foram imunizados 919 haitianos com a administração de 2.225 doses das vacinas contra tétano, difteria, hepatite e febre amarela.

Uma equipe médica chegou na terça (16) para prestar atendimento individualizado a imigrantes que necessitam desse tipo procedimento, após triagem realizada pela Força Nacional do SUS. O governo federal também avançou na prevenção com obras para melhorar as condições sanitárias do local.

Uma nova tenda foi instalada no abrigo onde estão os imigrantes para ampliar o espaço. Por meio de ação conjunta do Ministério Integração/Defesa Civil Nacional e a Defesa Civil estadual estão sendo adquiridos mais 600 colchões (no início da semana foram 150), 11 tendas de 10 x 10m, medicamentos, equipamentos, instalações de banho, kits de limpeza, higiene e lavanderia.

[divide]

Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego
Data  original da publicação: 17/04/2013

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *