Evento da OIT em Genebra reúne especialistas para discutir futuro do trabalho

A sede da Organização Internacional do Trabalho (OIT) em Genebra, na Suíça, recebeu na última semana o Diálogo Global sobre o Futuro do Trabalho, que abordou questões sobre o desenvolvimento das nossas sociedades nos próximos anos. O evento reuniu economistas, acadêmicos e outros especialistas que discutiram os modelos de trabalho das próximas décadas.

A sede da Organização Internacional do Trabalho (OIT) em Genebra, na Suíça, sediou em 06 e 07 de abril o Diálogo Global sobre o Futuro do Trabalho, que abordou questões sobre o desenvolvimento das nossas sociedades nos próximos anos.

O evento “O Futuro do Trabalho Que Queremos: Um Diálogo Global” reuniu economistas, acadêmicos e outros atores do mundo do trabalho nos dias 6 e 7 de abril para discutir as profundas mudanças que irão moldar os modelos de trabalho do futuro.

Todas as sessões do evento puderam ser acompanhadas ao vivo pelo site da OIT (em inglês, espanhol ou francês) e também pelo Facebook. A OIT já alertou que mudanças profundas estão acontecendo na natureza do trabalho nas economias de todo o mundo, independentemente de sua fase de desenvolvimento.

Essas mudanças são causadas por fatores diversos, como: variações demográficas, mudanças climáticas, inovação tecnológica, novos perfis de pobreza e prosperidade, desigualdade crescente, estagnação econômica e transformações na natureza da produção e do emprego.

As transformações obrigam a refletir sobre o futuro do trabalho no longo prazo para orientar esta evolução em direção à justiça social, de acordo com a OIT. Trata-se de uma tarefa urgente, devido à crescente preocupação generalizada sobre se no futuro haverá uma polarização ainda maior entre os países e dentro deles, segundo a agência da ONU.

A OIT também disse considerar uma necessidade imprescindível reunir o conhecimento global para moldar o futuro do trabalho desejado pela sociedade. O historiador econômico Robert Skidelsky fará o discurso de abertura do evento, após a fala preliminar do diretor geral da OIT, Guy Ryder, e da diretora geral adjunta de políticas da OIT, Deborah Greenfield.

O diálogo global teve quatro conversas, além de uma sessão especial sobre juventude. A programação completa, com detalhes de cada conversa e seus palestrantes, está disponível na página do evento.

Iniciativa do Centenário sobre o Futuro do Trabalho

Em 2019 a OIT, que é a mais antiga agência especializada das Nações Unidas, irá comemorar seu 100º aniversário. Em antecipação a esta celebração, sete Iniciativas do Centenário estão sendo implementadas, como parte de um conjunto de atividades destinadas a preparar a organização para assumir com êxito os desafios de seu mandato com relação à justiça social no futuro.

Uma delas é a Iniciativa do Centenário sobre o Futuro do Trabalho, que procura envolver a estrutura tripartite da OIT numa ampla discussão sobre o assunto, além do mundo acadêmico, da sociedade civil e de outros atores relevantes e interessados.

Como parte desta iniciativa, todos os Estados-membros da OIT foram convidados a organizar diálogos nacionais sobre o futuro do trabalho em quatro áreas temáticas: trabalho e sociedade, trabalho decente para todos, organização do trabalho e da produção e governança do trabalho.

O escritório da OIT no Brasil realizou três diálogos em 2016. O quarto e último diálogo nacional do Brasil acontecerá no dia 18 de maio no Rio de Janeiro.

[gap]

Fonte: ONU
Data original da publicação: 06/04/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *