Estresse é um dos fatores que mais causa afastamento e falta no trabalho

Estresse é um dos fatores que mais causa afastamento e falta no trabalho

O estresse é o terceiro motivo que mais provoca afastamento do trabalho por mais de 15 dias atualmente. Segundo  a Previdência Social, no ranking de doenças que mais afastam os trabalhadores das atividades, o problema só perde para traumas provocados por acidentes e pelas Dorts, doenças por esforço repetitivo.

De acordo com a Previdência, a estimativa é que até 2020 o estresse passe a ser o primeiro motivo para as faltas e afastamentos. Segundo a especialista em segurança no trabalho Márcia Ramazzini, a tendência não tem nenhuma relação com o momento econômico e os países de primeiro mundo gastam bilhões para tentar resolver o problema.

O empresário do setor de móveis José Schneider, passou pela experiência de ter um de seus funcionários afastados por causa do estresse. “A partir do momento que surgia uma oportunidade para ele fazer o serviço que ele gostava, ele fugia do serviço de montagem de móveis”, conta Schneider sobre o comportamento do empregado.

Alternativas e soluções

Para resolver o problema e não prejudicar as entregas, o empresário montou um programa de incentivo e metas e observou que as faltas começaram a reduzir.

Procurar uma forma para diminuir o estresse do funcionário no dia-a-dia, também foi a maneira encontrada por uma outra empresa para solucionar o problema.

O empregador passou a investir no relaxamento dos empregados por meio de atividades recreativas no momento e da maneira que este desejam. “Ter um espaço assim faz com que as pessoas tenham uma válvula de escape e que realmente possam aproveitar o ambiente em que eles passam a maior parte do seu tempo”, explica a coordenadora de recursos humanos, Patrícia Delsoto.

Além de evitar o estresse, esse tipo de iniciativa também contribui para aumentar a produtividade durante o trabalho. O funcionário Fábio Costa aprovou a ideia. “Pelo menos a empresa dá o espaço para a gente descomprimir”, finaliza ele.

Fonte: G1
Data original da publicação: 08/08/2016

Leia também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *