Desemprego atinge novo recorde na França

Uma má notícia para os franceses em meio às festas de fim de ano. O número de desempregados aumentou em 27.400 em novembro, atingindo um novo recorde na França. O primeiro-ministro Manuel Valls já havia dito antes da divulgação dos dados que a situação não era boa. E agora está confirmado: um aumento de 0,8 % na taxa de desemprego.

No acumulado dos últimos três meses houve crescimento do desemprego no país”, afirma Bruno Ducoudré, do OFCE (Observatório Francês das Conjunturas Econômicas). No total, há 5.478.600 desempregados. A alta afeta duramente os jovens de menos de 25 anos e as pessoas com mais de 50 anos, com um aumento de 0,6% em ambas as faixas etárias. O aumento acumulado no ano chega a 11%.

Os dados vão na direção contrária à inversão da curva do desemprego prometida para o fim do ano passado pelo presidente François Hollande e se devem ao fraco crescimento econômico registrado na França. Segundo Ducoudré, “isso se explica em parte pelo fato de que tivemos um primeiro semestre que não foi bom, com 0 e -0,1 de crescimento”.

Empresas

Em relação às empresas, as dificuldades persistem, particularmente para as pequenas e médias. Pagando muitos impostos, os empresários não contratam e não ousam realizar investimentos. Segundo o Instituto Nacional de Estatística e Estudos Econômicos, a taxa de desemprego deve continuar aumentando até junho de 2015. Uma estimativa com a qual Ducoudré concorda: “A previsão é de alta, mas não tanta, porque a política de emprego e a aceleração do crescimento do governo devem evitar uma grande perda de postos de trabalho”.

[divide]

FonteRadio França Internacional
Data original da publicação: 25/12/2014

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *