O “novo”, o “velho” e o bobo

Paulo Moreira Leite

Ao minimizar o Dia Nacional de Luta, o conservadorismo brasileiro continua seu esforço em enfraquecer as organizações do movimento sindical, um de seus objetivos desde 1954. Essa meta encontra-se por trás de campanhas permanentes contra o sindicalismo brasileiro nos dias de hoje.… >>>

0
Centrais sindicais se fizeram ouvir no País

Adalberto Cardoso

As centrais sindicais, com uma pauta com viés de classe (e não difuso como as jornadas de junho), se fizeram ouvir no País inteiro, com passeatas em todas as capitais e centenas de cidades do interior. Não colocaram um milhão de pessoas nas ruas, mas mostraram que continuam ativas.… >>>

0
Trabalho, sindicato e desenvolvimento

José Ricardo Ramalho

Ao abordar o impacto da instalação de grandes empresas multinacionais em três casos de distritos industriais brasileiros, com focos na metalurgia e siderurgia, o autor ilustra as mudanças na organização da produção e nas relações e condições de trabalho, além do papel mais efetivo que os sindicatos precisam assumir.… >>>

0
Em Bangladesh, o horror

Olivier Cyran

Antes mesmo do colapso das oficinas do Rana Plaza, em Daca, que matou mais de mil operários, outros dramas haviam jogado luz sobre as condições de trabalho nas fábricas de confecção de Bangladesh. Como o país chegou a tal situação?… >>>

0
1º de Maio de 2013

Antonio Baylos

A comemoração dessa data na Espanha significou manifestar pelas ruas o grito de protesto dos trabalhadores.… >>>

0
O que o filme “Lincoln”, de Spielberg, não diz sobre Lincoln

Vicenç Navarro

O filme “Lincoln”, de Steven Spielberg, narra como esse presidente de forte lembrança popular lutou contra a escravidão e pela transformação dos escravos em trabalhadores. O que a obra cinematográfica não conta, porém, é que Lincoln também lutou por outra emancipação: que os escravos e os trabalhadores em geral fossem senhores não apenas de sua atividade em si, mas também do produto resultante de seu trabalho.… >>>

0
Renasce o sindicalismo nos EUA?

David Brooks

No final do ano passado, uma série de manifestações envolveu trabalhadores do Walmart, o maior empregador dos EUA, e da indústria de fast-food no país. A luta contra os baixos salários e por mais benefícios, como sempre na história norte-americana, parte de um novo movimento sindical liderado por imigrantes. Seria um renascimento?… >>>

0
Dois anos do governo Dilma e as relações de trabalho

Antônio Augusto de Queiroz

Nos dois anos de governo da presidente Dilma, os resultados da mudança cultural nas relações de trabalho promovida pelo governo do ex-presidente Lula continuaram num ritmo até maior, porém o diálogo e a interlocução deixaram muito a desejar, com frequentes e justas reclamações das lideranças dos trabalhadores.… >>>

0
Crise no trabalho?

Silvia Maria de Araújo

Os efeitos de um capitalismo plantado sobre bancos e agências de investimentos são sentidos pelos trabalhadores.… >>>

0