Dois milhões de europeus viajam pelo continente em busca de trabalho precário

Um belo dia, os chefes da empresa mandaram Fran Martínez montar tubulações na França. O projeto prometia, mas o que ele encontrou ao chegar não era o que esperava. Foi alojado em uma casa com todos os seus colegas, dos quais os mais desafortunados dormiam nos corredores. “A situação dos espanhóis ali é lamentável, mas a dos poloneses ou dos romenos é criminosa”, afirma. “Tudo o que colocam na sua folha de pagamentos é mentira”, sentencia este trabalhador galego de … >>>