Economia, ciência esotérica?

Por Paulo Kliass | Ao ocultarem caráter político das decisões econômicas, conservadores agem como se interpretassem leis celestiais. Felizmente, surge no Brasil nova geração… >>

0
4,8 milhões desistiram de procurar emprego porque seu país desistiu deles

Por Leonardo Sakamoto | O desalento da falta de emprego está relacionado ao desalento da política. A manutenção forçada de um governo cuja legitimidade, honestidade e competência são questionadas seria suficiente para levar o país às ruas. Mas não foi. A sensação é de que boa parte da população está deixando de acreditar na coletividade e buscando construir sua vida tirando o Estado da equação… >>

0
Direito à Creche, luta rebelde

Por Maria Amélia de Almeida Teles | Surgida durante a resistência à ditadura, reivindicação tem caráter antipatriarcal profundo – mas às vezes ignorado. Sugere que cuidado das crianças é tarefa social, não peso nas costas da mãe… >>

0
Sinais de uma Primavera Francesa

Por Cole Stangler | Uma onda de greves e uma revolta estudantil têm abalado a França nos últimos dias, talvez o primeiro real desafio para a agenda de Macron. Maio de 2018 será mais do que apenas um mês de comemorações dos 50 anos de Maio de 1968?… >>

0
Os ataques privatistas à educação

Por Madalena Guasco Peixoto | O movimento de privatização da educação pública tem entre seus impactos o fim da gratuidade nas universidades brasileiras e a privatização do Ensino Médio. A exclusão dos mais pobres se acirra, bem como a desprofissionalização do magistério… >>

0
Sobre greves e luto

Por Jorge Luiz Souto Maior | A violência aos professores e professoras grevistas em São Paulo e os assassinatos de Marielle e Anderson no Rio de Janeiro geraram tristeza e indignação, mas, ao mesmo tempo, estímulo para novas lutas… >>

0
Trabalhando duro, trabalhando quase nunca

Por Meagan Day | No contexto do Estados Unidos, há não só uma polarização entre o topo e a base do espectro econômico, mas uma bifurcação na própria base, com algumas pessoas trabalhando por mais horas do que nunca e outras cada vez mais desconectadas da força de trabalho por completo… >>

0