A experiência do novo sindicalismo no Brasil sob a ótica da produção chárgica na imprensa sindical

Autora:Suellen do Carmo
Orientador:Rozinaldo Antonio Miani
Ano:2019
Tipo:Dissertação de Mestrado
Instituição:Universidade Estadual de Londrina. Centro de Educação, Comunicação e Artes. Programa de Pós-Graduação em Comunicação
Repositório:Biblioteca Digital da Universidade Estadual de Londrina
Resumo:O principal objetivo com este trabalho foi entender como acontece a retratação do novo e combativo sindicalismo brasileiro, desde sua emergência no final da década de 1970 e durante a década de 1980, com suas lutas, reivindicações e movimentos grevistas, por meio das charges e cartuns publicados na imprensa sindical. Quando nos referimos ao sindicalismo no Brasil, as imagens que nos vem à mente são justamente as que expressam uma época de um movimento sindical atuante e que projetou importantes lideranças políticas para o país. O momento era do despertar de um sindicalismo que há muito via suas possibilidades de mobilização impedidas pelo governo, pela falta de democracia e liberdade para ação política. Assim surgiu o novo sindicalismo, comprometido efetivamente com a classe trabalhadora e defendendo bandeiras da luta econômica, principalmente, contra o arrocho salarial, e também bandeiras políticas mais amplas, como a luta pelo fim da ditadura civil- militar e a defesa da reforma agrária. Os sindicatos também buscavam convencer os trabalhadores da necessidade de realizar a sindicalização e da importância da união entre eles para a conquista de suas demandas. Nesse sentido, após uma explanação teórica a respeito da concepção do sindicato e uma breve retrospectiva histórica do sindicalismo no Brasil, com ênfase para o momento do novo sindicalismo, bem como uma reflexão a respeito das charges e cartuns e sua importância para a imprensa sindical, realizamos uma análise de charges e cartuns que pautaram e representaram alguns importantes aspectos do novo sindicalismo. Pudemos constatar que os sindicatos expoentes do novo sindicalismo utilizaram de maneira significativa o discurso persuasivo do humor gráfico para abordar as condições e as questões econômicas, políticas e sociais que envolviam os trabalhadores no contexto da sociedade capitalista e apresentaram as críticas e as considerações que pudessem contribuir para os processos organizativos e de mobilização dos trabalhadores na conjuntura política da década de 1980.
Arquivo: Acesse aqui o texto completo (necessário cadastrar-se para visualização e download do arquivo)
Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *