5 de maio de 1818: nasce Karl Marx, um dos mais influentes pensadores de todos os tempos

Há 201 anos nascia Karl Marx, um dos mais influentes pensadores de todos os tempos.

Karl Marx. Fotografia: John Jabez Edwin Mayall/Internationaal Instituut voor Sociale Geschiedenis

Igor Natusch

No dia 05 de maio de 1818, ocorreu o nascimento daquele que, para muitos, é o mais impactante, revolucionário e controverso pensador dos últimos séculos. Karl Heinrich Marx nasceu na cidade de Trier, então parte do reino da Prússia (hoje Alemanha), filho do advogado Heinrich Marx e da dona-de-casa Henriette Pressburg. Marx tinha origem étnica judaica, embora seu avô tivesse se convertido à igreja protestante russa muito antes do neto nascer. Terceiro de nove filhos, ele foi o mais velho da prole a sobreviver além da infância.

Criado em uma família sem dificuldades financeiras, o jovem Karl teve contato com ideias iluministas desde cedo – algo em boa medida incentivado por seu pai, que defendia pensamentos de caráter liberal em uma comunidade eminentemente conservadora. Em 1835, aos 17 anos, ingressou na Universidade de Bonn com a ideia de estudar filosofia e literatura – em oposição a seu pai, que desejava vê-lo seguindo carreira na advocacia. Lá, Marx teve o primeiro contato com a política, participando de uma fraternidade chamada Clube dos Poetas – mas foi a partir de sua transferência para Berlin, em 1836, que o estudante teve contato com a obra do filósofo G.W.F. Hegel, que disparou muitas de suas ideias posteriores.

Já em Paris, o pensador trabalhou como jornalista em veículos de forte posicionamento político e, em paralelo, deu início aos estudos de economia, que seriam uma obsessão pessoal até o final de sua vida. Em 1844, Marx iniciaria uma frutífera e duradoura amizade com o filósofo e cientista social Friedrich Engels. Conceitos fundamentais do pensamento marxista surgiram a partir das discussões dos dois colegas, e ambos produziram juntos o Manifesto Comunista (1848), uma das mais debatidas e influentes obras políticas de todos os tempos.

Escrever sobre a importância da obra de Karl Marx é, como diria o jargão popular, chover no molhado. Enorme parte do pensamento econômico contemporâneo sobre o trabalho traz influência direta dos conceitos delimitados nos três volumes do seminal “O Capital” (1867) – ou é, de uma forma ou outra, uma reação ao que Marx propôs em seu trabalho mais notório. Outras obras, como “A Ideologia Alemã” (1845, escrita junto com Engels), “A Guerra Civil na França” (1871) e “Crítica ao Programa de Gotha” (1875) são talvez menos impactantes, mas igualmente mudaram o modo como o mundo pensa a política, a história, as estruturas de Estado, as movimentações sociais e tantos outros aspectos da existência humana. Marx também escreveu para vários jornais durante sua vida, e foi figura importante em uma série de movimentos políticos – entre eles, uma aliança global de movimentos de esquerda que ganharia a história como a Primeira Internacional.

Karl Marx enfrentou uma série de dificuldades financeiras durante a vida, e morou em residências precárias durante praticamente toda sua estadia em Londres, onde escreveu a maior parte de suas obras. Após a morte de sua esposa, a ativista e crítica teatral Jenny von Westphalen, Marx desenvolveu um quadro de bronquite, que o levou à morte em 14 de março de 1883. Seu túmulo é um dos mais visitados no Highgate Cemetery de Londres – embora nem sempre com deferência, como alguns casos recentes de vandalismo são capazes de demonstrar. Odiado por muitos, respeitado e admirado por muitos outros, Karl Marx simplesmente não pode ser ignorado – uma presença que segue mais de duzentos anos depois de seu nascimento, e que faz dele uma das pessoas mais influentes de todos os tempos.

Veja outras datas históricas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *